Relato de Alguém* do Paraná

Desde 2018, eu e meu marido estávamos tentando engravidar. Em março de 2020 fiz uma cirurgia para desobstrução das tubas uterinas, duas semanas depois iniciou o isolamento devido a pandemia. Em outubro de 2020 descobri que estava grávida. Foi um misto de alegria e apreensão, pois há tempos estávamos tentando, mas ao mesmo tempo ficamos com medo devido a pandemia. Nós só saímos de casa para realizar as consultas do pré-natal. Tomei a primeira dose da vacina contra covid ainda grávida, dois dias após o falecimento do meu pai devido a complicações decorrente da covid. No final de junho meu filho nasceu de parto natural.

[*Os nomes são inventados. A autora do relato preferiu não apontar nenhum nome.]

Dados gerais da autora do relato:

#PR #39anos #Branca #Catolica #PosGraduaçao #JuntasNaPandemia

Publicado por Grupo RepGen

Grupo de Pesquisa Gênero, Reprodução e Justiça - RepGen. Reúne pesquisadoras da UFBA, Fiocruz e UFRJ.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: