Relato da AnaT* de São Paulo

O momento da Pandemia foi desafiador para manter a saúde tanto mental quanto física. Trabalho na área da saúde e a carga de trabalho aumentou como nunca antes havia presenciado, mesmo com 10 anos de experiência na área, e junto ao trabalho, a carga emocional do sofrimento dos pacientes e familiares, além da carga dos colegas de trabalho também mereciam uma atenção especial. Meu porto seguro durante toda pandemia foram minha mãe (amiga de todas as horas), meu namorado (sempre companheiro me apoiando), e minha prima irmã de alma (e sua luz e fé intermináveis). A familia sempre foi o alicerce da minha educação e criação, mas nunca antes nos havíamos entrelaçado e completado tanto, agradeço todos os dias a cada um destes seres iluminados que tenho o privilégio de ter em minha história e vida.

[*Os nomes são inventados.]

Dados gerais da autora do relato:

#SP #37anos #Branca #Espirita #PosGraduaçao

Publicado por Grupo RepGen

Grupo de Pesquisa Gênero, Reprodução e Justiça - RepGen. Reúne pesquisadoras da UFBA, Fiocruz e UFRJ.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: